Equipe da NBA continua incursão na criptografia usando o Ethereum … Novamente

Destaques Notícias 423
Equipe da NBA continua incursão na criptografia usando o Ethereum
Binance renda passiva

O Sacramento Kings lançará uma plataforma de leilão que permitirá que os fãs comprem equipamentos esportivos no jogo.

Por algum motivo ou outro, criptomoeda e esportes há muito se cruzam. Talvez seja o tamanho da audiência nos esportes, o dinheiro que circula nos círculos esportivos profissionais ou o potencial de que haja uma estranha sobreposição entre os fãs de ativos digitais e esportes.

Digital Ocean crédito

Seja como for, acabou de ser revelado que a equipe de Sacramento Kings da NBA, com sede no coração do Vale do Silício, aproveitará o blockchain Ethereum para reforçar a experiência de seus fãs.

Sacramento Kings continua a se aprofundar no Blockchain

De acordo com um comunicado de imprensa publicado no site oficial da NBA em 15 de janeiro, o Kings lançará uma nova plataforma de leilão que permitirá que os fãs comprem equipamentos esportivos no jogo (camisas, bolas, etc.).

A plataforma foi criada em colaboração com o ConsenSys, um estúdio de desenvolvimento de blockchain centrado no Ethereum, pois usa ativamente uma solução chamada Treum, que usa blockchain para a cadeia de suprimentos.

Por que essa nova plataforma está sendo usada em vez de um sistema tradicional de leilão digital, o comunicado de imprensa da NBA indicava:

Ao usar esta plataforma, todos os itens em leilão serão autenticados e uma trilha de auditoria transparente do histórico do produto será estabelecida, para que os fãs tenham certeza de que cada equipamento é autêntico. Por meio dessa parceria, a Kings e a ConsenSys aumentam efetivamente o potencial de revenda de mercadorias autenticadas em mercados secundários.

O lançamento continuou observando que o mercado de recordações esportivas dos EUA é avaliado em US $ 5,4 bilhões anualmente, mas acrescenta ainda que não existe um sistema adequado que garanta que os produtos vendidos neste mercado multibilionário sejam 100% autênticos.

Embora essa seja uma solução baseada no Ethereum, não haverá componente de criptomoeda envolvido para os fãs. As mercadorias que estão sendo leiloadas podem ser pagas usando um cartão de crédito, não Bitcoin, Ethereum ou qualquer outro ativo criptográfico de ponta.

Esta é a última vez que a administração do Sacramento Kings optou por usar criptomoeda ou blockchain em seus negócios.

Em 2014, a equipe da NBA fez história quando começou a aceitar o Bitcoin como pagamento em sua arena. No final do ano passado, a empresa anunciou que oferecerá estatuetas colecionáveis ​​em vinil movidas a Ethereum, com cada brinquedo sendo atribuído a um token não fungível que garante que não há dois Crypto Kaijus iguais.

freebitco

Também no ano passado, a empresa lançou uma plataforma baseada em blockchain que permitirá que os fãs façam previsões para os jogos da NBA em busca de recompensas.

Talvez não seja surpresa, então, que a equipe tenha sido nomeada a “empresa mais inovadora no esporte” pela Fast Company e a “Equipe Mais Especializada em Tecnologia de 2016” pela Sport Techie.

As instituições são todas para o Ethereum

A última tentativa dos Kings de usar o Ethereum confirma uma tendência de várias instituições que usam o blockchain para produtos de boa-fé.

No início de 2019, o JP Morgan, uma das maiores instituições financeiras do mundo, lançou o “JPM Coin”, revelando que essa forma digital de dinheiro seria baseada no Quorum, uma versão privada da pilha da Ethereum.

O gigante bancário espanhol Santander continuou essa tendência de bancos usando o blockchain. O banco emitiu um título de US $ 20 milhões em todos os contratos da blockchain Ethereum e tokens ERC-20, enquanto a empresa de classificação financeira e pesquisa Morningstar iniciou uma iniciativa para migrar alguns de seus serviços para a blockchain Ethereum.

Além disso, a Ernst & Young, gigante dos serviços profissionais e de auditoria das “Big Four”, anunciou no ano passado uma solução chamada Nightfall, dando aos usuários e desenvolvedores do Ethereum a chance de começar a integrar a privacidade, mantendo as transações em cadeia.

No futuro, a Fidelity Investments – uma gigante americana de serviços financeiros que possui trilhões de dólares em ativos sob gestão e atende milhares de clientes institucionais – parece expandir horizontes além do Bitcoin.

Adaptado de Blockonomi – Kolin Lukas

Coin Book Brasil

Agência de notícias especializada em criptomoedas, mercado financeiro e tecnologias descentralizadas. A educação é o nosso principal valor. Aprenda, construa e prospere! Seja nosso parceiro comercial! Entre em contato através do nosso e-mail: [email protected]

Made with by CoinBookBrasil
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com